Novos convênios com municípios
Parcerias com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e Detran.SP destinam R$ 6,7 milhões para melhorias viárias e ações educativas

Em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes nesta terça-feira (03/04), 11 municípios firmam convênios com o Governo de São Paulo para ações como foco na redução de fatalidades no trânsito. As parcerias assinadas pelo Governador Geraldo Alckmin autorizam a destinação de R$ 6,7 milhões em recursos por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e Detran.SP.

"Cuidar do trânsito é cuidar de vidas, por isso seguimos mobilizando a sociedade e engajando os municípios nessa causa. Os convênios, com recursos do Detran.SP, visam viabilizar projetos fundamentais para reduzirmos ainda mais as fatalidades no trânsito", explica a coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Silvia Lisboa.

A nova rodada de convênio beneficia as cidades de Araras, Avaré, Lins, Mairiporã, Matão, Monte Alto, Olímpia, Penápolis, Pindamonhangaba, Porto Ferreira, Sertãozinho e Taboão da Serra. Juntas, concentram 4,46% da população do Estado e 3,24% da fatalidades causadas por acidentes de trânsito.

Ao todo, 104 municípios participam do programa, que destina R$ 110,5 milhões para obras de melhorias em ruas e avenidas, assim como ações de educação e fiscalização. Os recursos são provenientes de multas aplicadas pelo Detran.SP e beneficiam 78% da população de São Paulo.

Protocolos de intenção

Além dos 11 convênios, o encontro também promove a assinatura de protocolos de intenção com Praia Grande e Ribeirão Preto, cidades já atendidas pelo programa desde 2016, e Colômbia, nova integrante do programa. "O objetivo é buscar novos projetos e dar continuidade ao trabalho iniciado há dois anos. Para mudar a cultura do trânsito e reduzir os índices é preciso manter as iniciativas e viabilizar novas soluções para salvar vidas", afirma o presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira.

Desde o início do programa, em 2015, houve redução de -6,9% nas fatalidades no trânsito no Estado. E os primeiro meses de 2018 também trouxeram boas notícias: janeiro e fevereiro registraram os menores índices mensais desde o início dos levantamentos do Infosiga SP.


Governo do Estado de São Paulo