#MaioAmarelo: Botucatu é exemplo na queda do índice de mortes no trânsito
Município do interior paulista apresentou redução de 65% no porcentual de mortes em ruas e avenidas na comparação com 2016

As ações do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, criado pelo Governo do Estado com o objetivo de reduzir pela metade o número de vítimas fatais até o fim da década, apresentam resultados positivos em diversas cidades que já aderiram à iniciativa. Um dos casos de sucesso é o de Botucatu, que apresentava o trânsito mais violento do Estado em 2016. No ano seguinte, foi registrada queda de 65% no índice de mortes em ruas e avenidas do município.

 

“Nós criamos um comitê de segurança viária para discutir as questões de trânsito. O Movimento paulista foi o principal parceiro justamente para apresentar os dados, o que nos mostrou os pontos em que deveríamos atuar”, ressalta o secretário-adjunto de transportes de Botucatu, Rodrigo Luiz Fumis.

 

Os levantamentos do Infosiga SP, sistema do Governo de São Paulo que registra ocorrências fatais de trânsito em todo o Estado, possibilitam a análise de dados relevantes para as cidades avaliarem as estratégias para a promoção da conscientização de motoristas, ciclistas e pedestres. Em Botucatu, por exemplo, as ações envolveram o uso de 1.500 postes de sinalização e a redução dos limites de velocidade.

 

Escolas

 

As atividades ocorrem, inclusive, no sistema de ensino. Dentro das escolas, os jovens já aprendem os comportamentos adequados no trânsito. “Nas pistas, colocamos os estudantes tanto como ciclistas quanto pedestres. Eles também percebem o que estão fazendo fora do ambiente escolar”, revela a professora Thaís Bandeira.

 

No período em que são celebrados a Semana Mundial de Segurança no Trânsito da ONU e a campanha Maio Amarelo, sobre conscientização no trânsito, o Governo do Estado apoia iniciativas a respeito dos comportamentos de risco. As ações são realizadas por órgãos de governo, municípios e demais parceiros do Movimento Paulista.


Governo do Estado de São Paulo